Paquetá marca no 1º tempo, Brasil vence o Peru e está em sua 16ª final da Copa América

438
Paqueta e Neymar

Etapa inicial teve volume de jogo e atuação destacada do goleiro Gallese, que só não conseguiu parar arremate de Lucas Paquetá; segunda metade teve audácia peruana e boas defesas de Ederson

Resumão

O Brasil carimbou a vaga para mais uma final de Copa América. A classificação chegou com vitória suada sobre o Peru, por 1 a 0, no estádio Nilton Santos, na semifinal. A Seleção comandada por Tite fez um ótimo primeiro tempo, foi às redes com Lucas Paquetá, caiu de rendimento na segunda etapa, mas conseguiu confirmar um lugar na decisão. O adversário será definido nesta terça-feira, no duelo entre Argentina e Colômbia, às 22h (de Brasília), no Mané Garrincha. A final está marcada para sábado, no Maracanã.

Primeiro tempo

Foi praticamente inteiro jogado no campo do Peru. O Brasil tomou as ações desde os primeiros minutos. A primeira grande chance foi com Neymar, que finalizou para fora, após receber de Richarlison. Casemiro (duas vezes) e Cebolinha obrigaram Gallese a trabalhar antes dos 20 minutos. Mas o goleiro fez milagre mesmo em arremates de Neymar e Richarlison, em lances seguidos e com arremates de dentro da área. Aos 34 minutos, não teve como segurar. Neymar recebeu pela esquerda, passou no meio de dois marcadores e cruzou para Paquetá, que chapou de canhota e abriu o placar: 1 a 0. No final, Renan Lodi ainda teve boa chance pelo alto, mas cabeceou para fora.

Segundo tempo

Precisando do resultado, o Peru saiu mais para o jogo. Aos três minutos, Lapadula recebeu lançamento, limpou Thiago Silva e finalizou de canhota, obrigando Ederson a fazer boa defesa. García também assustou em dois arremates da entrada da área. O Brasil só conseguiu a primeira escapada ofensiva aos 19, com finalização de Neymar por cima do gol peruano. Aos 36 minutos, Yotún cobrou falta na área, Callens antecipou Ederson e quase empatou a partida. A equipe de Tite não conseguiu encaixar contra-ataques, mas aos poucos acertou a marcação e garantiu a vitória pelo placar mínimo.

Atuações do Brasil

Paquetá, Neymar e Casemiro são os melhores em noite de muitas chances perdidas pelo Brasil; veja as notas do time

Campanha quase perfeita

A trajetória brasileira na Copa América é praticamente irretocável, em termos de resultado. A equipe comandada por Tite venceu cinco dos seis jogos que fez na competição. O único tropeço foi o empate por 1 a 1 com o Equador, na última rodada da fase de grupos. Na ocasião, o Brasil entrou em campo já classificado e com a primeira colocação da chave garantida, e o treinador usou a partida para descansar alguns jogadores e observar outros.

Mais uma pra conta!

Estar entre os dois melhores da Copa América tem sido rotina para a seleção brasileira, ao menos nos últimos 30 anos. O Brasil está na decisão pela nona vez nas últimas 14 edições do torneio, sendo que ergueu sete taças no período – cinco nas últimas cinco finais disputada.

Via GE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui