Presidente Bolsonaro admite que voto impresso pode ser barrado na Câmara: “Culpa do Barroso”

165
Jair Bolsonaro

Em entrevista para uma rádio da Bahia na manhã desta segunda-feira, 09, o presidente Jair Bolsonaro admitiu que a proposta do voto impresso pode ser barrada na Câmara.

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, anunciou na semana passada que levaria o projeto para o plenário da Casa, mesmo tendo sido derrotado na comissão.

“É, vai, mas tivemos uma negociação antes, um acordo, vai ser derrotada a proposta. Porque o ministro Barroso apavorou alguns parlamentares. E tem parlamentar que deve alguma coisa na Justiça, deve no Supremo, né? Então o Barroso apavorou. Ele foi pra dentro do Parlamento, fazer reuniões com lideranças e praticamente exigindo que o Congresso não aprovasse o voto impresso”, afirma o presidente.

A não aprovação do voto impresso não é uma derrota dos políticos conservadores, mas sim do Brasil e do eleitor que continuará duvidando em quem votou.  

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui