Influenciadora digital é apontada como líder de quadrilha no litoral do Paraná e procurada pela Polícia

46
Jennifer Róvero, digital influencer e procurada

Megaoperação foi deflagrada pela Polícia Civil do paraná na última quinta-feira

A megaoperação deflagrada pela Polícia Civil do Paraná (PCPR), que prendeu 17 suspeitos de homicídios e tráfico de drogas em Paranaguá, no Litoral do Estado, não conseguiu prender uma jovem apontada como líder da quadrilha. Trata-se da influenciadora digital Jennifer Róvero, que tem 16,5 mil seguidores no Instagram. Ela é considerada foragida.

A ação foi deflagrada na manhã desta quinta-feira (21) e faz parte de uma força-tarefa da PCPR que atua para combater organizações criminosas envolvidas em homicídios, tráfico de drogas e outros crimes relacionados.

Nas redes, Jennifer aparece em fotos dando dicas de vida saudável. No organograma da quadrilha, apresentado pela polícia, ela é apontada, ao lado do irmão, como uma das líderes, no topo do esquema.

Jennifer Róvero fazia ensaios para lojas do Litoral do Paraná (Foto: Instagram)

Nesta quinta-feira, os mandados foram cumpridos simultaneamente em Paranaguá e Matinhos. Mais de 100 policiais civis participaram da ação, que contou com o apoio Grupo de Pronta Intervenção da Polícia Federal, cães da PCPR e um dos helicópteros do Grupamento de Operações Aéreas da PCPR (GOA).

Durante a ação, a PCPR ainda cumpriu 44 mandados de busca e apreendeu 800 gramas de crack, 1,8 quilo de maconha, 4,4 quilos de cocaína, 30 gramas de haxixe, 7 armas de fogo, 8 celulares, mais de R$ 35 mil, rádios comunicadores, balanças de precisão e máquinas de cartão. As armas apreendidas passarão por perícia para avaliar se estão relacionadas a homicídios ocorridos na região.

A PCPR chegou até os indivíduos após investigações de alta complexidade, iniciadas após homicídios ocorridos na região durante os anos de 2020 e 2021.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui