Caso Lázaro: Justiça manda soltar caseiro e mantém fazendeiro preso

38

Alain de Santana deve deixar prisão de Águas Lindas (GO). Ele e Elmi Caetano Evangelista, de 74 anos, foram presos na quinta (24) acusados de terem acobertado Lázaro Barbosa.

A Justiça concedeu nesta sexta-feira (25) liberdade provisória para o caseiro Alain de Santana, de 33 anos, preso suspeito de facilitar a fuga de Lázaro Barbosa, o serial killer perseguido há 17 dias pela polícia de Goiás. O segundo homem detido, o fazendeiro Elmi Caetano Evangelista, de 74 anos, continua preso na unidade prisional de Águas Lindas (GO).

Em seu depoimento, Alain afirmou que sofreu ameaças de Lázaro durante o tempo em que eles acobertaram o serial killer em uma fazenda na região de Girassol, em Goiás.

“‘Sei onde sua família mora”, teria dito o fugitivo, segundo o depoimento do suspeito antes da transferência deles para a cadeia pública de Águas Lindas de Goiás.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui