Curitiba: Vereador de direita Eder Borges rebate vereadora petista sobre democracia

418
Eder Borges

Está em votação na Câmara de Curitiba um projeto de lei que restringe a nomeação de bens públicos homenageando torturadores, escravizadores e assassinos, desde que com sentença penal condenatória transitada em julgado.

Segundo discurso da autora do projeto, a vereadora Maria Leticia(PV), tal projeto é inspirado naquele circo chamado “Comissão da verdade”, que em realidade é uma manipulação de viés ideológico que tira de contexto um conflito histórico. Importante dizer que a narrativa é feita por defensores de assassinos notórios como Stalin, Mao Tse-tung, Che Guevara, Marighella dentre tantos outros.

Votei a favor do projeto, pois reconheço a importância de ter critério com homenagens. Tive ainda que responder provocações da vereadora Josete (PT) como vocês acompanham nesye vídeo.

Eder Borges afirma que também apresentará um projeto vedando homenagear propagadores de regimes totalitários, guerrilheiros e apologistas de práticas ilegais como aborto e uso de drogas.

Assista ao vídeo:

Vereador de Curitiba Eder Borges (PSD) durante assinatura do termo de posse da 18ª legislatura — Foto: Rodrigo Fonseca/Câmara de Curitiba

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui